terça-feira, 15 de março de 2016

Não ser igual aos outros

Nunca fui muito de modas, sou um bocado lenta a aderir e há modas em que não consigo alinhar mesmo. Gosto de ser como sou, de vestir como me apetece, de agir como a minha consciência acha melhor. Não tenho que ser igual às outras pessoas. Tenho apenas que ser eu. Como eu não há ninguém.


8 comentários:

  1. Ai, Alex, também detesto rebanhos, a nossa individualidade parece que hoje em dia serve mais para nos humilhar do que nos valorizar... E devia ser ao contrário... Beijos

    ResponderEliminar
  2. Eu tb gosto de ser eu ... não ligo a modas :P
    Kiss

    ResponderEliminar
  3. Regra geral não me oponho às modas. O que me irrita é precisamente a falta de imaginação que leva as pessoas a aderirem todas à "irmandade" ditada pela moda. E é curioso que as modas mais extravagantes que, supostamente, fariam a diferença, são de tal modo seguidas que acabam por andar todos vestido de igual.
    É uma carneirada. eheheheh

    P.S. Também não ia ao Cabo Espichel há cerca de 15 anos, ou mais. Sempre detestei a travessia pela 25 de Abril e a estrada de Sesimbra e desde que abriu a Vasco da Gama, vou sempre por lá, que me fica mais à mão.
    No passado fim de semana andei pela zona de Setúbal/Arrábida e por fim lembrei-me dos pastéis de nata de Alfarim e "embiquei" para aqueles lados.
    No regresso apanhei um engarrafamento tão grande, desde Fernão Ferro até às portagens da 25 do A, que nos próximos 20 anos não me apanham para aquelas bandas. ahahah

    ResponderEliminar
  4. Como eu compreendo, pois também sou assim :)
    Beijinhos
    Romã:*

    ResponderEliminar

Depósito de flores