quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Mais um gato anjo

O céu dos gatinhos ganhou, esta madrugada, mais um amigo. O Yannick deixou hoje a sua família animal e de humanos, aos 4 meses e 11 dias. Nasceu a 13 de Maio, não na Cova da Iria, mas no quintal dos meus pais. Era um gato meiguinho, comilão e brincalhão. Mas o crescimento trouxe-lhe a curiosidade, que o levou a visitar quintais vizinhos e comer o que não devia. Morreu envenenado, deixando uma mãe, um maninho e os seus donos humanos desolados. R.I.P. amiguinho.
 
O Yannick é o pretinho da foto e o mano é o Laranjinha

10 comentários:

  1. O animais atravessam a ponte do Arco Íris e ficam em paz. A «pessoa» que fez isso é que tem umas contas a ajustar com o Universo. É a lei do retorno. Deve ser uma rata de sacristia, andam sempre com o Credo na boca, mas no lugar do coração têm uma pedra!

    ResponderEliminar
  2. Terrível que algo assim suceda. Espero que exista um céu e que o Yannick lá esteja.

    ResponderEliminar
  3. Isso me fez lembrar de uma frase que dizia: 'não adianta ir à missa e matar o gato envenenado'
    Meu último cachorro morreu dessa forma dois meses atrás :'( Há gente ruim nesse mundo :/
    Que os dois estejam no céu dos gatos e cachorros!!

    Beijoo'o

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pelas vossas palavras. Não sabemos ao certo se foi envenenado de propósito, mas o certo é que foi veneno sim. Pode ter sido veneno para ratos, pode ter sido produtos nas plantas, como iremos saber?

    ResponderEliminar
  5. Realmente, como sabem que foi de propósito?? Acabam por ser também fundamentalistas!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sabemos mesmo Teresa, mas infelizmente conhecemos a índole de alguns vizinhos, que seriam bem capazes de uma coisa destas. No entanto, sem provas...

      Eliminar
  6. Fundamentalismo ou não, o que é certo é que o pobre do gatinho morreu. Tenho uma grande mágoa pois já me morreram dois assim:(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, o que interessa é que infelizmente, ele morreu cedo de mais.

      Eliminar

Depósito de flores