quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

O que tenho andado a ler

Há muito tempo que não vos falava das minhas leituras. Entre Novembro, Dezembro e Janeiro, estes foram os livros que li. Em Fevereiro também vou bem lançada, mas mostro depois.




















terça-feira, 2 de fevereiro de 2021

Um resumo com mais de dois meses

A última vez que aqui escrevi foi a 16 de Novembro. Desde aí muita coisa se passou. Começo por explicar a minha ausência: não estive doente, não me aconteceu nada, apenas deixei de ter vontade e tempo. Hoje em dia, como escrevo diariamente no blogue Juvebêdê, como tenho prestado ajuda a outros projectos nas redes sociais, como estou a tentar ter algum tempo para escrever o meu segundo livro, e também porque tenho estado mais pelo Instagram, acabei por ir desleixando aqui o meu cantinho das Flores. Na verdade, estou cada vez mais pelo Instagram pois as publicações são mais rápidas do que aqui no Blogger. Se tiverem conta no Instagram, posso sugerir que me sigam por lá: alexandragsousa.

Ora e então o que se passou desde aí? Voltei ao teletrabalho integral (estava em regime intermitente), fiz as compras de Natal quase todas sem sair de casa, o Natal passou-se, triste, o primeiro sem o meu pai e sem o meu sogro e sem poder ter a família junta. 

Na recta final de 2020 ainda consegui ir ver a exposição Meet Vincent Van Gogh, em Lisboa, uma experiência extraordinária. Entretanto encerrou e não sei quando reabrirá, mas digo já que vale a pena. Hei-de mostrar-vos fotos. 

Fora isso, tenho estado em casa a trabalhar, fiz um alisamento ao meu cabelo antes dos cabeleireiros fecharem, estou a tentar ter coragem de levar até ao fim o meu "assumir os cabelos brancos", tenho experimentado cozinhar pratos novos vegetarianos e não me tenho saído mal, vou tentando manter-me positiva e à tona desta inundação de notícias horríveis que me chegam de todo o lado, rezo todos os dias para não ter nenhum problema de saúde, tal como a minha família e amigos e agradeço ter trabalho e poder fazê-lo de casa.

Tenho ainda lido bastante, visto alguns filmes no sofá, estou feliz com o meu Sporting, qualquer dia é Carnaval e ainda vamos à frente, vou sonhando com viagens futuras, vou tentando ajudar quem precisa de uma palavra amiga, porque esta pandemia está a dar cabo da cabeça de muita gente. Tudo isto no meio de cozinhar almoços e jantares, passar a ferro, lavar e estender roupa, limpar a casa e por aí fora. 

Entretanto, este ano já tive mais uma partida de um familiar, um tio muito querido, de quem eu gostava bastante. Sei que é mais uma estrelinha a olhar por mim.

Quase a terminar, falo ainda do meu gato, adoptado no primeiro confinamento, em Maio, e que entretanto cresceu bastante. Tem sido uma experiência intensa, mas ele é óptima companhia e diverte-nos, que é o que precisamos.

Por último, uma palavra para a frase que está na imagem. Dei com ela há pouco tempo e acho que se encaixa na perfeição naquilo que tento ser todos os dias. 

Espero que desse lado todos se encontrem bem e que mantenham o ânimo! Um abraço!

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

domingo, 15 de novembro de 2020

Para cima de excessivo

Não sou uma grande admiradora da Cristina Ferreira. Reconheço-lhe algumas qualidades, o seu talento de comunicação, o não desdenhar as suas origens, mas não vou à bola com o seu excessivo culto da imagem, a sua postura de "eu sou a rainha e vocês o meu povo". Também não posso falar muito porque nunca vi muitos programas seus e cheguei a uma fase da vida que não gosto de muitos gritos, de quem fala alto, de coisas excessivas. Pessoalmente a Cristina Ferreira pode ser uma boa pessoa, não sei porque não conheço. As figuras públicas só nos deixam ver aquilo que querem transmitir e ela guarda bem para si o seu lado mais pessoal. Mas, aquilo que transparece da figura pública e não da pessoa, é excessivo e também é excessiva a atenção que a comunicação social lhe dá. Desde que regressou à TVI, depois de ter passado pela SIC, não há semana em que não seja capa de revista. Portanto parece-me que a sua imagem começa a cansar. Pelo menos a mim cansa-me. Porém, há que reconhecer  a sua capacidade de surpreender e continuar a ser notícia. Sexta-feira lançou um livro que já começa a suscitar polémica pelo título e piadas. Eis a capa do livro e as brincadeiras que encontrei.









sábado, 14 de novembro de 2020

Compras de Natal diferentes

Este Natal resolvi alterar a forma de fazer compras. Na maioria dos casos estou a optar por presentes que de alguma ajudam alguém. Por várias razões, porque não quero andar em centros comerciais e filas, porque quero ajudar pequenos negócios, alguns deles de pessoas que conheço e que ainda por cima têm ideias giras e originais e também ajudar instituições que este ano precisam de apoio mais do que nunca. Desta forma junto o saudável ao agradável. Diminuo o risco de contágio, faço comodamente as compras online, com calma e com tempo e ajudo várias pessoas. Aqui ficam algumas sugestões.

Este livro é da Carmen Garcia, autora do blogue A Mãe Imperfeita. Um livro que fala de amor e de inclusão, ilustrado por Tiago Leal. Será uma excelente prenda de Natal para os mais pequenos. Estará nas livrarias a partir de terça-feira, dia 17. O lançamento é hoje em directo às 18 horas no facebook da Casa das Letras


Falar pelo Boonek é o nome do projecto (no Facebook e no Instagram). Bonecos ilustrados em tecido que também se podem personalizar. Quem o faz é a talentosa Estela Baptista Costa que tenho o prazer de conhecer.


Conhecem a Cherovia? Uma espécie de cenoura mas branca? Tem óptimas propriedades nutritivas e faz bem à saúde. Visitem o site https://cherosabor.pt/

Uma amiga minha tem autênticas mãos de fada. E faz coisas maravilhosas com tecidos, linhas e agulha. É espreitarem nas redes sociais com o nome Miss Buttons Hand Made

A Rita Mãos de Tesoura, é outra talentosa costureira. Já lhe encomendei umas máscaras que ficaram bem giras e perfeitinhas

A Mónica e a Branca, mãe e filha, são duas amigas que conheço à vários anos e que fazem delícias maravilhosas. Para o Natal têm propostas especiais. Os Bolinhos à Medida estão também nas redes sociais e no site https://bolinhosamedida.com/

Quando não se sabe o que oferecer, esta é a solução. Escolhemos o valor que queremos oferecer e activamos um cartão do Gil. O custo de cada cartão é de 2€ que são doados à Fundação do Gil e este Natal a Unibanco doa mais 2€ à instituição por cada cartão comprado.
Podem saber mais em Cartão do Gil





sexta-feira, 13 de novembro de 2020

Uma depressão não é brincadeira

Hoje é sexta-feira 13. Nunca tive qualquer tipo de superstição com o suposto azar deste dia da semana e a verdade é que com o ano que estamos a viver tão azarado, este dia não faz diferença nenhuma. Porém, a minha conversa é sobre depressão. Porque no meio de tudo isto há estados de saúde mental que se agravaram e outros que vão nascer. E ainda a procissão vai no adro. Com a taxa de desemprego a subir, o isolamento, a ansiedade e as novas exigências, muita gente vai desesperar. Saibamos estar atentos a sinais de pessoas que nos são próximas e ajudar no que nos for possível. Porque uma depressão é uma coisa séria. E não é vergonha nenhuma.


quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Pelas paredes

Aqui e acolá, há uma parede ou um muro que capta a minha atenção.















Fotos de Alexandra Sousa